PINHEIRO NEGRO - KUROMATSU

pinheiro negro no jardim japonês
Kuromatsu - Pinheiro Negro com cerca de 40 anos do sítio Matsu Nagao

Dentre  todas as plantas, o Pinheiro Negro - Kuromatsu,  pode ser considerado a figura principal dentro do Jardim Japonês. Com sua imponente aparência, o Kuromatsu é também uma das espécies preferidas na arte do Bonsai.
De crescimento lento, ele cresce naturalmente nas partes costeiras do Japão, aguentando com vigor todas as intempéries do clima  e do tempo dessa região.
Em seu habitat natural, o Kuromatsu chega a atingir 40 metros e  são consideradas símbolo da confiabilidade e longevidade.
Com suas agulhas em tons verde escuro, quando adultas, esses pinheiros apresentam um tronco áspero que lhe conferem uma belíssima e peculiar aparência de árvore vivida.
Nos jardins Japoneses ele  é a representação da figura masculina, do Homem,  do pai ou patriarca da família, fazendo um contraponto com o Pinheiro Vermelho, que é associado à figura da mulher, devido as suas agulhas delicadas em tons verde vivo.
Depois que atingem aproximadamente a idade de 100 anos, seus galhos pesados naturalmente começam a pender para baixo, e esses pinheiros adquirem a aparência  tão admirada e reproduzida em versões menores nos exemplares para jardim e bonsai. Segundo as lendas Shintoístas, isso acontece quando os deuses descem à terra: primeiro eles pulam sobre o Kuromatsu, e descem  pendurando-se em seus galhos que se curvam em direção ao chão, até eles poderem pisar na terra.
No Japão, alguns Pinheiros Negros são tão antigos, e seus galhos tão pesados, que precisam ser escorados para não quebrarem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário, sugestões e correções: deixe seu recado aqui.